CORRIDA DE RUA

Hoje em dia a corrida de rua vem ganhando cada vez mais adeptos, inclusive no público feminino. O número de mulheres que participam de corridas de rua aumentou 101,86%

RECAIDAS:NÃO CAIA!!!

Que é difícil perder peso você já sabe. Mas conhecer de antemão os desafios que a dieta lhe reserva semana a semana, mês a mês pode ajudá-los a se manter fiel às fatias de melancia na sobremesa — sem sucumbir ao petit gâteau quentinho, molhado e doce de doer a garganta.

FASCITE PLANTAR

A Fascite Plantar é uma dor plantar que ocorre devido a microtraumas na origem da tuberosidade medial do tendão calcâneo, onde as forças de tração durante o apoio levam ao processo inflamatório que resulta em fibrose e degeneração das fibras faciais.

DOR LOMBAR E ATIVIDADE FISICA

Realizar atividade física é muito importante para o nosso corpo sendo uma forma de melhora do quadro álgico de articulações, músculos e outras estruturas que compõem o nosso corpo.

RAÇÃO HUMANA - FUJA DELA!

Uma assim chamada “ração humana” tem recebido destaque cada vez maior na mídia brasileira, inclusive em revistas de circulação nacional. Cada vez mais pessoas perguntam sobre ração humana.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Consumo de peixes ricos em ômega 3 ajuda a prevenir o diabetes


Altas concentrações de ácidos graxos ômega-3 podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, de acordo com um estudo da Universidade da Finlândia. As principais fontes desses ácidos graxos são os peixes e os óleos de peixe.



A incidência de diabetes tipo 2 está crescendo em todo mundo. O excesso de peso é o fator de risco mais perigoso, o que significa que uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável desempenham papéis importantes na prevenção da doença. Pesquisas anteriores já comprovaram que o controle do peso, exercícios físicos regulares e altas concentrações de ácido linoléico, o ácido graxo ômega-6, estão associados a uma redução do risco de diabetes.


Entretanto, as conclusões sobre como o consumo de peixes pode evitar a doença têm sido até contraditórias. Já se observou uma ligação protetora entre esse consumo e a doença em pessoas asiáticas, mas essa ligação não se repetiu europeus ou norte-americanos. Alguns estudos chegaram a relacionar o alto consumo de peixe com o aumento no risco de diabetes.

A pesquisa finlandesa acompanhou mais de dois mil homens por mais de 19 anos, medindo os níveis de ácido graxo no seus organismos. A pesquisa concluiu que o risco de desenvolver diabetes tipo 2 foi 33% menor nos períodos em que a concentração de ácido graxo estava mais alta.

O estudo lança novas propostas sobre a relação entre o consumo de peixe e o risco de desenvolver a doença. Uma dieta balanceada deve incluir o peixe em pelo menos duas refeições por semana, de preferência peixes com gordura. O ômega-3 é mais facilmente encontrado no salmão, truta, dourado, arenque, anchova e sardinha. O controle de peso, a prática de exercício e uma dieta bem equilibrada, construída em torno de recomendações dietéticas, constituem os pilares da prevenção da diabetes, segundo a pesquisa.


Fonte: Site Zero Hora


Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades do blog!

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Veja cuidados para proteger a saúde contra o tempo seco


Os termômetros voltaram a subir e o mesmo cenário de todos os verões se repete mais uma vez.A baixa umidade, combinada à poluição das grandes cidades, prejudica a saúde da população. A boa notícia é que é possível amenizar a situação com algumas dicas que podem ser incorporadas no dia-a-dia.
A Secretaria de Estado da Saúde do Estado de São Paulo divulgou alguns cuidados que devem ser tomados, especialmente por crianças, idosos e doentes crônicos, que são mais suscetíveis a doenças.Nesta época do ano, sintomas como problemas respiratórios, ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, são bastante comuns. “Com o ar mais seco, as vias aéreas são diretamente afetadas, facilitando a entrada de vírus e bactérias. Então, é preciso se prevenir e evitar fatores de risco”, diz Fábio Pereira Muchão, pneumologista do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), na zona sul da capital paulista.
A explicação para os sintomas é que, como o tempo seco, os ácaros, o enxofre que sai dos escapamentos dos carros e a poeira ficam em suspensão no ar e são inalados pelas pessoas, trazendo os problemas respiratórios e dando origem a infecções.
Saiba como se prevenir:
1- Evite fazer exercícios físicos entre as 10h e 17h, quando a umidade do ar estiver baixa
2-Beba bastante líquido ao longo do dia
3- Deixe um recipiente com água ou um pano molhado no quarto antes de dormir
4- Não use o umidificador elétrico por muitas horas seguidas. O ambiente pode ficar muito úmido e causar mofo e bolor
5- Use soro fisiológico para lavar as narinas ou faça inalações com este produto
6- Deixe o ar circular pela casa, mantenha os ambientes arejados e livres de tabaco e poeira
7- Nesta época do ano, procure não visitar cinemas, shoppings e lugares que mantêm grande concentração de pessoas
Fonte: site saude.terra.com.br

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades do blog!